YEAR
LINE UPS
RECORDINGS
VIOLETA DE OUTONO
1984
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Souza
drms
Marcelo Miao
vcls
Março: Surge o Violeta de Outono, banda ainda sem nome. Encontros esporádicas num porão do bairro de Pinheiros, São Paulo, deram origem à banda, formada por Fabio Golfetti, Claudio Souza (ex-membros da primeira formação da banda Zero) e Angelo Pastorello. O som, um resultado da inspiração do rock psicodélico/progressivo e elementos de arte contemporânea, arquitetura e artes visuais
1985
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Souza
drms
Memories - demotape
(Invisível CD-R INV105)
Lira Paulistana 1985
(Invisível CD-R INV128)
Novembro: Em um pequeno gravador de dois canais é registrada a primeira demo-tape contendo ‘Outono’, ‘Dia Eterno’, Declínio De Maio’ e ‘Reflexos Da Noite’.
Dezembro, 12: Acontece a primeira apresentação ao vivo do Violeta De Outono, banda convidada para abrir para a banda Sotaque (Dialeto) no teatro Lira Paulistana, em São Paulo.
1986
EP
(Wop Bop EP W45001)
Fevereiro: Rádios alternativas de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre começam a tocar a demo-tape.
Março/Junho: O aumento de casas de shows dedicadas a tocar música alternativa facilitou o surgimento de pequenas bandas e a multiplicação de apresentações da banda em São Paulo. Ao mesmo tempo, a loja especializada Wop Bop cria seu próprio selo independente e convida Violeta de Outono para inaugurá-lo, gravando seu primeiro vinil.

Julho: Começo das gravações com o selo Wop Bop no estúdio Country Produções.
Setembro: Lançamento do EP ‘Violeta De Outono’, gravado em 8 canais; o disco surge como uma marca definitiva da sonoridade da banda. Para o lançamento de seu primeiro disco, a banda excursiona em São Paulo e Rio de Janeiro; também toca no show do Ira!, ‘Vivendo e não Aprendendo’, na Praça do Relógio, na USP, para aproximadamente 10.000 pessoas.
Novembro: Um novo selo está surgindo no mercado fonográfico e Violeta De Outono mais uma vez é convidado para fazer a estréia, dessa vez o selo Plug, da BMG-Ariola, dedicado exclusivamente ao rock alternativo. Enquanto isso, a banda viaja pelo estado de SP, se apresenta de novo no Rio de Janeiro e marca presença na cidade de São Paulo com uma série de shows no SESC Pompéia.
1987
Violeta de Outono LP
(RCA LP 130.0003)
Fevereiro: Violeta De Outono fica em segundo lugar, de acordo com a crítica e em primeiro, na votação dos leitores da revista Bizz, e é considerada a Banda Revelação de 1986 e recebe o prêmio num evento que lotou o Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro ao lado do The Cure, Titãs e IRA!.
Março/Maio: Período de gravação nos estúdiosda BMG-Ariola (RCA na época), em São Paulo.
Julho: O LP ‘Violeta De Outono’chega às lojas, registrando o repertório que estava sendo apresentado em muitas apresentações da banda desde o início, além da regravação de ‘Outono’ e da consagrada cover ‘Tomorrow Never Knows’, dos Beatles. No Observatório Nacional, no Rio de Janeiro, é gravado o videoclip ‘Dia Eterno’.
Julho/Novembro: O novo álbum é lançado com shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Dezembro, dia 12 • Com a transmissão de uma apresentação ao vivo nos estúdios da 89 FM a banda comemora, junto com a rádio, 2 anos de existência e dá origem ao programa ‘Ensaio Geral’.
1988
Fevereiro: Nova eleição na Bizz e a capa do novo LP é considerada, pela crítica e pelo público, a segunda melhor capa de 1987. Uma antiga idéia da gravadora Wop-Bop e da banda – lançar um EP de covers – se torna realidade com a assinatura de um contrato.
Maio: Começam as gravações do EP nos estúdios Softsynk. Com ‘The Early Years’, Violeta De Outono se aproxima mais de outros músicos através do saxofone de Livio Tragtenberg e seus arranjos para um trio de cordas, além do registro definitivo das influências que marcaram a evolução da banda.
Agosto •O trabalho produzido nos estúdios é executado ao vivo no auditório do MASP (Museu de Arte de São Paulo), durante três dias.
Outubro: Começam as gravações do quarto álbum. Produzido por Fabio Golfetti e RH Jackson, o novo trabalho acrescentará novas tonalidades sonoras ao estilo do Violeta De Outono com a utilização de instrumentos étnicos sintetizados eletronicamente e de samplers.
1989
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Souza
drms
RH Jackson
synth
Em Toda Parte
(RCA LP 716.0001)
The Early Years
(Wop Bop Cass 01)
Março: Tendo passado por um estúdio de produção eletrônica e depois finalizado nos estúdios da BMG-Ariola, começam as mixagens do LP ‘Em Toda Parte’.
Julho, 3: Atrasos na prensagem impedem a chegada do LP às lojas no tempo esperado, mas o Violeta De Outono apresenta o novo disco, ainda nas fitas master – além de toda sua carreira musical – em um programa de 2 horas e meia na rádio Brasil 2000, em São Paulo.
Agosto: O LP ‘Em Toda Parte’ chega às lojas e a Wop-Bop lança o trabalho de covers ‘The Early Years’ em cassete, em edição limitada de 500 cópias.
Outubro: Shows de lançamento de ‘Em Toda Parte’ em São Paulo. Novembro: Show em Porto Alegre, no teatro OSPA e gravação especial para a TV Educativa.
1990
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Fontes
drms
Janeiro: Durante uma pausa nos ensaios e shows, Violeta De Outono começa um intercâmbio com distribuidoras independentes dos EUA, entre elas a Wayside Music.
Junho: Claudio Souza deixa a banda por algum tempo. Ele é substituído em alguns shows por Claudio Fontes (Faces & Fases e a banda de Edgar Scandurra). No dia 28, show no Circo Voador para 3.000 pessoas.
1991
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Fontes
drms
Renato Mello
sax
Aeroanta 11/07/1991
(Invisível CD-R INV133)
Julho, 11: Show do Violeta De Outono no Aeroanta, com Claudio Fontes na bateria e Renato Mello no saxofone.
1992
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Souza
drms
Março: Claudio Souza volta para alguns ensaios.
Dezembro: Fabio e Angelo se reunem para começar novas composições.
1993
Dezembro, 17: Performance do Violeta De Outono no show de aniversário da 89 FM.
1994
Outubro, 12: Violeta De Outono retorna para um show no Centro Cultural de São Paulo e prepara músicas para um novo álbum.
Novembro: Uma nova demo-tape é gravada no estúdio Invisível e a música ‘Dedicado a Você’ é incluída na programação da 97 Rock FM de São Paulo.
1995
Violeta de Outono 1 & 2 CD
(BMG CD 74321)
Eclipse
(Record Runner CD RR0100-2)
Março: Uma série de ensaios do Violeta De Outono no estúdio Quorum e a gravação da nova demo-tape ‘Rumo Leste’ (Maio) com esboços de ‘Mulher na Montanha’, ‘Outro Lado’ e ‘Total Silêncio’. Gravação das músicas ‘Astronomy Dominé’ (Pink Floyd), ‘Outro Lado’ e ‘Dia Eterno’, para o programa ‘Lado B’ de Fabio Massari, na MTV.
Junho: Com o ressurgimento do selo Plug, a BMG-Ariola reedita em um CD os LPs ‘Violeta De Outono’ e ‘Em Toda Parte’. Os álbuns foram remasterizados na Cia. De Áudio, em São Paulo, usando uma técnica inovadora de restauração de áudio. Ao mesmo tempo, o selo independente Record Runner edita o CD ‘Eclipse, que contém uma apresentação ao vivo do Violeta De Outono no SESC Pompéia, em 1986, além de quatro versões inéditas da fita ‘The Early Years’, de 1988.
Junho, 8: Programa ‘Clip Independente’ na Brasil 2000 FM.Violeta De Outono toca seu novo repertório.
Junho, 16, 17 e 18: Show de lançamento do CD no SESC Pompéia, em São Paulo. Além de comemorar os 10 anos de atividades da banda, o Violeta De Outono toca ao vivo seu novo repertório.
Outubro, 28: Halloween Rock São Paulo - Violeta De Outono é convidado para participar de uma apresentação do Zé do Caixão. O grupo entrou tocando ‘Sombras Flutuantes’, enquanto que uma procissão trazia o caixão do Zé ao palco. De repente o caixão se abre e Zé enfeitiça a platéia. O show foi parte das comemorações de 50 anos de carreira do Zé do Caixão.
Novembro: Violeta De Outono entra em estúdio para gravar 3 músicas. O Estúdio Be Bop em São Paulo foi escolhido porque a banda tinha a intenção de gravar um som especial para bateria, ao vivo. Foram gravadas as seguintes músicas: ‘Mulher Na Montanha’, ‘Lírio de Vidro’ e ‘Outro Lado’, com participações especiais do tecladista Fabio Ribeiro, da banda de rock progressivo Blezqi Zatsaz, e da cantora Eloá.O material faria parte de um CD a ser lançado no começo de 1996.
Novembro, 15: Show no Centro Cultural de São Paulo com participação especial de Fabio Ribeiro (Blesqi Zatsaz). O Violeta De Outono toca um arranjo especial de ‘Echoes’, do Pink Floyd.
1996
Março: Uma série de shows no Aeroanta, São Paulo, Teatro Elis Regina, São Bernardo e outros lugares de SP, sempre com casa cheia.
Novembro: Show de aniversário da Brasil 2000 FM. 2000 pessoas. O Violeta De Outono tocou 30 minutos de seu repertório clássico.
1997
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Souza
drms
Fabio Ribeiro
keyb'ds
Live at RARF '97
(Rock Symphony CD RSLN038)
Outubro, 18: Violeta De Outono toca na Expo Alternative '97 da Fundição Progresso - Rio de Janeiro, após 6 anos de ausência. Com Fabio Ribeiro nos teclados, a banda se aproxima da sonoridade clássica psicodélico/progressivo dos anos 70. Os efeitos de luzes criaram um clima que hipnotizou as mais de 1500 pessoas presentes.
Dezembro, 4: Violeta De Outono toca no Rio Art Rock Festival '97 com Quaterna Requiem e Par Lindh Project. Eles gravaram um CD e vídeo que a serem lançados através do selo Rock Symphony.
1998
Junho, 5, 6 e 7: Últimos concertos no Centro Cultural São Paulo, logo após, a banda se dissolve. Foram feitas gravações para um possível lançamento com esta última apresentação da formação original, além de Fabio Ribeiro nos teclados.
1999
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Mulher Na Montanha
(Voiceprint CD VPB101CD)
Outubro: Lançamento do CD ‘Mulher Na Montanha / Woman on the Mountain’ através do selo inglês Voiceprint. Este disco foi gravado em 1995, reunindo material inédito e demotapes. A banda que estava em recesso é chamada para uma apresentação na MTV então o guitarrista Fabio Golfetti, se junta com dois funcionários e fans do Violeta e interpretam improvisadamente a música Em Toda Parte, para o programa Lado B.
2000
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Sandro Garcia
bs
Gregor Izidro
drms
The Early Years
(Voiceprint CD VPB102CD)
Março: A banda se reforma. Fabio Golfetti convida Sandro Garcia (ex The Charts) no baixo e Gregor Izidro (ex-Espectros) na bateria, ambos da banda psicodélica Momento 68, que trouxeram uma nova vibração à banda.
Março, 31/ Abril, 1 e 2: Violeta De Outono tocou no Ballroom do Rio de Janeiro, Lona Anchieta e Duque De Caxias.
Maio, 16: Musikaos, TV Cultura, com Inocentes
Julho, 1: Gothic Rave 2 - Paranapiacaba
Agosto, 19: Show no Centro Cultural São Paulo, dia 25 show na Câmara de Cultura, São Bernardo
2001
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorelo
bs
Sandro Garcia
bs
Gregor Izidro
drms
Março, 08: Show na Choperia do Sesc Pompéia. Lançamento do álbum ‘Reflexos Da Noite’ (Wop Bop), que inclui o 1º. EP da banda.
Março, 28: A banda toca uma curta abertura para a banda inglesa Camel, no Olympia. O tecladista Leo Loebenberg se juntou à banda nesse show.
Março, 30 e 31 / Abril, 1: Violeta De Outono retorna ao Rio de Janeiro e toca na Lona de Vista Alegre, Lona Bangu e Duque de Caxias.
Julho, 07: Cine Íris Rio De Janeiro - Loud! Party. Violeta De Outonotocou nesse velho cinema do Rio.
O membro original Angelo Pastorello voltou à banda. Eles retomam os ensaios e compõem músicas para o novo disco.
Julho, 29: Show no Centro Cultural São Paulo.
Agosto, 21: Show na FIESP, Teatro Popular do SESI. A banda tocou seus clássicos e incluiu ‘Dança Lunática’ em versão acústica.
2002
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Gregor Izidro
drms
Ilhas
(Voiceprint CD VPB107CD)
Fevereiro, 17: Sessão de gravações no estúdio El Rocha, em São Paulo.A banda gravou as bases e algumas ‘jams’ para usar mais tarde.As faixas foram gravadas usando um gravador analógico e uma mesa de mixagens antiga. Foram gravadas 10 novas faixas, incluindo a mais recente ‘Mahavishnu’.
Maio, 24: Show no Centro Cultural São Paulo
Julho, 25: Show no Morrison Rock Bar durante 'A Vez do Brasil 89 FM Party'.A abertura foi com as bandas Flavio C e Os Skywalkers.
Agosto, 23: Show no Grizu Party & Music na festa de lançamento da Revista Frente
Setembro, 16: Show no Na Mata Café, São Paulo
Outubro, 10: Show no bar gótico Dark Legends, São Paulo
Novembro, 8: Directv Music Hall. O Violeta de Outono abriu para a famosa banda holandesa Focus. O guitarrista Ulisses Rocha se juntou à banda e tocou algumas faixas acústicas como ‘Faces’ e ‘Mahavishnu’.
Novembro, 22: 8º Goiania Noise Festival. Violeta de Outono no primeiro dia após uma maratona de muitas bandas da cena alternativa, como NEM, Crazy Legs, Mechanics, entre outras.Violeta de Outono tocou para um público fantástico de fãs, e o show foi gravado em vídeo.
Dezembro, 11: Show no Na Mata Café incluindo a performance de dança egípcia de Giselle Kenj.
2003
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Angelo Pastorello
bs
Claudio Souza
drms
Março, 10: O Violeta de Outono fez um show acústico ao vivo pela emissora de TV por Internet AllTV.
Março, 14: Pela segunda vez o Violeta de Outono abre para a banda holandesa Focus.Entre as faixas foram incluídas versões longas de ‘Mulher na Montanha’ e ‘Sombras Flutuantes’.
Março, 30: Programa de rádio na Kiss FM, em São Paulo. A banda tocou para um público seleto de 40 pessoas e a apresentação foi transmitida ao vivo durante o programa Made In Brazil, do DJ Morcegão.
Maio /Junho: Fabio Golfetti e Angelo Pastorello se dedicaram à gravação e ‘overdubs’ do material anteriormente gravado e o resultado foi uma seleção de 13 faixas novas, para um novo álbum chamado ‘Ilhas’. Algumas faixas foram masterizadas e 3 dessas foram lançadas no selo Invisível (dedicado ao Violeta De Outono & Invisible Opera Company) em um EP de edição limitada chamado ‘2002/2003 Sessions EP’. As faixas incluídas foram ‘Mahavishnu’, ‘Supernova’ e ‘Moon Princess’. Os convidados nessas gravações são: Naide Patapas, cantora, o famoso percussionista da Tropicália João Parahyba e o tecladista Fabio Ribeiro (Shaman).
Agosto: Após 5 anos, o baterista original Claudio Souza retorna à banda. Com novos conceitos e experiências, o trio original retoma os ensaios.
Outubro, 31: Primeira aparição pública de Claudio Souza com o Violeta De Outono, após um longo tempo. Isso aconteceu no teatro Tribe House durante a Thorns Halloween Party e contou com a participação especial de Naide Patapas nos vocais.
Novembro, 19: Rio Art Rock Festival 2003. Violeta de Outono toca no primeiro dia, dividindo o palco com a banda argentina Alas, e Sergio Dias (ex-Mutantes) no Canecão, Rio.
Dezembro, 9: Programa na rádio Brasil 2000 FM. Violeta De Outono tocou músicas antigas e novas que iriam aparecer no novo álbum, mais voltado para longas passagens climáticas.
2004
Violeta de Outono & Orquestra
(Voiceprint CD VPBDVD1)
Abril, 09: Show no Sesc Ipiranga. A banda toca material novo, incluindo ‘Espectro’, uma faixa que sugere sua nova direção musical.
Julho, 25: Bar Avenida. Show dividindo o palco com seus velhos parceiros na banda Zero.
Julho, 31: Teatro Cacilda Becker, São Bernardo.
Setembro, 12: SESC Santo André. Dividindo o palco com a banda de hard-rock Golpe de Estado.
Outubro, 5 e 6: Violeta De Outono toca um concerto especial com uma orquestra de câmara de 16 músicos.Juliano Suzuki fez os arranjos para violino, viola, violoncelo, contrabaixo, trompete, trombone e trompa, e o concerto aconteceu no Teatro Popular do SESI, em São Paulo.
Novembro, 09: Violeta de Outono & Orquestra tocam novamente no SESI e dessa vez o concerto foi gravado em vídeo. Esse material foi produzido para o lançamento de um futuro DVD.
2005
Fabio Golfetti
gtr, vcls
Gabriel Costa
bs
Claudio Souza
drms

Fernando Cardoso
keyb'ds
Fevereiro, 11: Um encontro psicodélico, duas gerações juntas no palco do SESC Pompéia, São Paulo:Violeta de Outono & Lanny Gordin. Lanny é o famoso guitarrista que tocou com nomes como Gilberto Gil e Gal Costa nos tempos da Tropicália. VDO abriu o show e tocou quatro faixas, depois Lanny se juntou à banda para tocar e improvisar nos 40 minutos seguintes. O auge foi quando eles tocaram uma versão de 12 minutos de ‘Tomorrow Never Knows’.
Maio, 9: ‘Ilhas’ foi lançado. Após 6 anos a banda lança um disco com músicas inéditas. ‘Ilhas’ foi gravado em parte durante o ano de 2003, com Gregor Izidro na bateria, e foi mixado em abril de 2005. Há a participação de convidados, como Fabio Ribeiro (Shaman), nos teclados, João Parahyba (Trio Mocotó) na percussão, e Naide Patapas (Invisible Opera), vocais de apoio.
Maio, 12: Show no Café Piu Piu. Violeta de Outono tocou novas composições com o recém chegado Fernando Cardoso (Yessongs/CompaCta Triô) nos teclados.
Outubro: Angelo Pastorello se afasta da banda para cuidar de sua profissão de fotógrafo. Gabriel Costa (CompaCta Trio, Homem Com Asas) amigo da banda, assume o baixo. O som do Violeta definitivamente toma um novo rumo mais voltado para as origens psicodélicas, pre-progressivas, reforçados pelos sons de órgão Hammond, caixa Leslie, e guitarras espaciais....

A continuação da história está na agenda do site....